Escreva sua frase

UNS SENTEM A CHUVA,
OUTROS APENAS SE MOLHAM.
— BOB DYLAN

Alguns vazios e nada mais

17 de abril de 2018
às vezes você vai se sentir vazio. digo, quando você tem algo por muito tempo, você acaba que se acostumando com esse algo. e quando tudo muda e você precisa tirar isso de dentro de você, o que fica no lugar é um nada. ou pode ser que sobre ar.

só que um ar pesado.



não tem mais notificações no celular. ninguém te liga só para ouvir sua voz. parece que você não é mais relevante para ninguém.

silêncio e calmaria te abraçam logo de manhã e não te largam até você colocar City and Colour pra tocar no celular enquanto se enche de café.

só o fato de não ter um "bom dia" de quem você queria que tivesse, anula todas as outras mensagens de "tenha um ótimo dia" de todas as outras pessoas que te querem bem ou que só te querem.

o relógio gira, mas o tempo não passa. o coração lembra a mente. uma coisa leva a outra. esse lugar agoniante que agora guarda o nada, manda lembranças de meia em meia hora.

esse vazio te faz procurar preenchimentos. a parte que falta as vezes mora num bairro perto o suficiente, mas você não pode tomar para si algo que nunca foi seu. tudo bem faltar alguma coisa. basta desacostumar daquilo que você foi mal acostumado.

só que desapegar de alguém que você amou muito não é como desapegar de um sapato que você gosta bastante. ambos não servem mais. só que.

sentir falta não lateja. não dói. não arde. só incomoda. incomoda chegar e ver a casa vazia. incomoda perceber que se mudou para outro lugar. aqui não tem mais ocupantes. a música toca pra ninguém dançar. o bolo de chocolate com recheio de coco que eu fiz, perde a validade esperando ser o sabor preferido de alguém.

você volta pra casa depois de uma noite de bebidas e outras bocas e percebe que ninguém quer frequentar seu coração pra merecer teu beijo.

se você decidir beijar mesmo assim, saiba que o vazio se torna ainda maior.

Feito para esquecer

7 de abril de 2018



cabelo cortado na zero. olhos cansados. barba por fazer. camisa do capitão américa. bermuda listrada. chinelos. devo admitir que eu te achei um charme. devo admitir também que olhei para trás quando tu passaste por mim a primeira vez, porém, jamais imaginei que logo depois você viria falar qualquer coisa comigo. mais algumas conversas bobas nas redes sociais e você apareceu de surpresa no meu trabalho com um riso lindo e com algumas flores que tu pegaste de algum jardim por aí, mas que eu recebi e guardei com o maior carinho.

ninguém neste mundo jamais me deu flores.
meu coração bateu forte.

devo assumir que se tua intenção era fazer eu me apaixonar por ti, moço, tu foste muito bem-sucedido.

Um | Precisamos falar sobre

1 de abril de 2018
ontem à noite eu estava só o puro tédio e insônia (o que vem acontecendo quase todos os dias nesses últimos meses) e quando fico assim, eu geralmente viro a madrugada lendo, ou vendo um filme, ou criando um templatezinho pra vocês. às vezes rola de sair pro barzinho com o pessoal, mas não.


Você já parou pra pensar na quantidade de coisas que existem em volta da gente? É facebook, é tinder, é tarja preta, pornografia, álcool. Porra. É uma carregada de coisas. Parece que nunca da pra pensar direito no que a gente verdadeiramente quer. Mas apesar de todas essas possibilidades, eu não conseguir parar de pensar em você.

e aí que eu vasculhando a internet atrás de um filme aleatório, eu me deparo com (Todas As Razões Para Esquecer). quando é um filme nacional, eu meio que já clico porque no meu consciente eu tenho que valorizar a nossa arte e sem contar que o título em si já condiz muito com a minha realidade. só pelo título, já é bem previsível sobre o que o filme fala.

porém, resolvi conversar com vocês sobre - não porque ele é uma obra prima e precisa ser apreciado por todos, não, ele não é - ele é na verdade um filminho bem leve e fácil de assistir, tem um roteiro bem previsível e é bem simpatiquinho. não vá criando muitas expectativas sobre o mesmo e esteja de coração aberto se for assistir.

explicados e entendidos sobre isso, Todas As Razões Para Esquecer, conta a história de Antônio { Johnny Massaro, que fez uma atuação maravilhosa } um rapaz de vinte e tantos anos que termina um relacionamento de dois anos onde os dois moravam juntos. após isso, começa a trajetória dele de buscar todas as maneiras "erradas" para esquecer alguém. erradas porque vão desde tomar antidepressivos, a aplicativos como tinder e muitos e muitos porres. coisas que no fundo não dão muito certo quando você estar passado por um momento complicado da sua vida.

todas essas maneiras só reafirmam o que eu já sabia sobre o assunto. eu também terminei um relacionamento recentemente e isso talvez explique metade da minha insônia, pois eu ainda estou no meio do meu processo. o filme só mostra aquilo que muitos de nós já sabemos sobre a dor do que é deixar alguém ir, que uma hora ou outra, espontaneamente, tudo vai ficar bem. parece que não, que a vida vai ser um merda pra sempre, mas não.

Sem Guarda-Chuvas
• Feito com ❤ no Brasil • © Todos Os Direitos Reservados

Voltar Ao Topo