Escreva sua frase

UNS SENTEM A CHUVA,
OUTROS APENAS SE MOLHAM.
— BOB DYLAN

Deixar-se ir

1 de junho de 2018
abraços apertados. olhares profundos. um pouco de carinho... esquecemos todas as mágoas e confessamos que poderia sim, durar um pouquinho a mais. só um pouco, ou um espaço de tempo suficiente pra se casar e construir uma família linda.

existem tantas possibilidades que dentre todas essas probabilidades de reatar, percebemos que foi maravilhoso, foi... mas foi.

e é hora de deixar ir.



os olhos marejam, dá um nó na garganta, respiramos fundo. eu lembro do seu "não desiste de mim" e percebo como nossa sorte é injusta.

amor da minha vida, estamos destinados a acabar. eu queria que fosse apenas mais uma das centenas de virgulas que já colocamos. eu queria.

mas às vezes pontos são necessários.
às vezes é melhor chegar ao fim.

se tudo já foi dito. se tudo já foi conversado. se tudo já foi repensado. é hora de seguir em frente e se permitir partir.

é hora de agradecer ao universo por tudo que foi vivido e sonhado. é hora de guardar esse amor no fundo do peito e não mais folhear esse diário.

se eu vou superar daqui a dez dias ou dez anos, só o tempo vai dizer.

mas é melhor está em paz. sem brigas. sem ofensas. sem ressentimentos.
a vida segue.

é hora de reconhecer fins.

Alguns vazios e nada mais

17 de abril de 2018
às vezes você vai se sentir vazio. digo, quando você tem algo por muito tempo, você acaba que se acostumando com esse algo. e quando tudo muda e você precisa tirar isso de dentro de você, o que fica no lugar é um nada. ou pode ser que sobre ar.

só que um ar pesado.



não tem mais notificações no celular. ninguém te liga só para ouvir sua voz. parece que você não é mais relevante para ninguém.

silêncio e calmaria te abraçam logo de manhã e não te largam até você colocar City and Colour pra tocar no celular enquanto se enche de café.

só o fato de não ter um "bom dia" de quem você queria que tivesse, anula todas as outras mensagens de "tenha um ótimo dia" de todas as outras pessoas que te querem bem ou que só te querem.

o relógio gira, mas o tempo não passa. o coração lembra a mente. uma coisa leva a outra. esse lugar agoniante que agora guarda o nada, manda lembranças de meia em meia hora.

esse vazio te faz procurar preenchimentos. a parte que falta as vezes mora num bairro perto o suficiente, mas você não pode tomar para si algo que nunca foi seu. tudo bem faltar alguma coisa. basta desacostumar daquilo que você foi mal acostumado.

só que desapegar de alguém que você amou muito não é como desapegar de um sapato que você gosta bastante. ambos não servem mais. só que.

sentir falta não lateja. não dói. não arde. só incomoda. incomoda chegar e ver a casa vazia. incomoda perceber que se mudou para outro lugar. aqui não tem mais ocupantes. a música toca pra ninguém dançar. o bolo de chocolate com recheio de coco que eu fiz, perde a validade esperando ser o sabor preferido de alguém.

você volta pra casa depois de uma noite de bebidas e outras bocas e percebe que ninguém quer frequentar seu coração pra merecer teu beijo.

se você decidir beijar mesmo assim, saiba que o vazio se torna ainda maior.

Feito para esquecer

7 de abril de 2018



cabelo cortado na zero. olhos cansados. barba por fazer. camisa do capitão américa. bermuda listrada. chinelos. devo admitir que eu te achei um charme. devo admitir também que olhei para trás quando tu passaste por mim a primeira vez, porém, jamais imaginei que logo depois você viria falar qualquer coisa comigo. mais algumas conversas bobas nas redes sociais e você apareceu de surpresa no meu trabalho com um riso lindo e com algumas flores que tu pegaste de algum jardim por aí, mas que eu recebi e guardei com o maior carinho.

ninguém neste mundo jamais me deu flores.
meu coração bateu forte.

devo assumir que se tua intenção era fazer eu me apaixonar por ti, moço, tu foste muito bem-sucedido.

Sem Guarda-Chuvas
• Feito com ❤ no Brasil • © Todos Os Direitos Reservados

Voltar Ao Topo