Desse tal amor

Do amor, tenho pouco a dizer. Tirando essa magia boba do final feliz, eu me rendo. Eu que jurava ser um labirinto infinito, que jamais acharam a saída, agora tenho que acreditar que vem de repente, e ninguém nunca entende como o universo funciona.

És tão covarde e imprudente, querido, quando chega de repente, no coração de quem não te cabe direito.

O amor é como um velho enigma, nem os poetas souberam um dia explicar, e tudo que tinha que ser dito a respeito, já foi redito varias e varias vezes, mais outras milhões de vezes e muito mais.

No fim, tudo que se sabe é que o amor vai se criando e com vida própria, ele cresce e permanece por dentro, e sem pedir permissão ou dá avisos prévios, ele simplesmente se recusa a sair ou se mudar.

4 Comentários

  1. Mais importante que entender ,
    é Sentir o Amor .
    Pra que traduzir ???
    Muito melhor viver , sentir ...

    :)


    Bjo.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Malu.

    O amor não é feito pra entender, e sim,para sentir!

    Amei o post!

    bjinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Ameei o post.
    Ctz o amr é indescritivel..
    Seguindo *-*
    Já adorei.
    Poderia olhar o meu? Se puder é claro..
    www.diovannaphelipe.blogspot.com/
    www.somenteimpossibilidades.blogspot.com/
    *-* s2

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...