Uma piada sem graça...


... E uma vez me perguntaram sobre minha vida,
em como estava  indo eu. E eu não quis me
lembrar de tudo que já vivi... Me pareciam que aquelas
palavras abriam-me cada vez mais aquelas antigas feridas.
Soavam hipócritas para mim.
- Então... Vai me falar da sua vida? - insistia a voz do meu lado, me
fazendo pensar que tudo isso não passava de uma
brincadeira irônica.

... E assim eu descongelei os olhos do chão e lentamente levantei a face...
E no entanto, da minha boca não saia nada... Mais no profundo som do meu
silencio eu comparei a minha vida com uma piada.
Uma piada contada por um palhaço completamente sem graça...
Uma piada mal elaborada... Uma piada que se contada em
voz alta não teria o menor sentido...

... E todos aqueles que assistiam a meu espetáculo iriam se retirar,
quando a parte em que eu tirasse as mascaras chegasse e eles descobrissem que por trás daquele sorriso havia uma grande farça...
... Então eu preferi me esconder mais uma vez em meu silencio ao invés
de entristecer aquelas pessoas com minha velha historia sem graça.
... Pois a minha piada, ao invés de te fazer sorrir,
pode te arrancar algumas lágrimas...

4 Comentários

  1. Rick :gracias por tus comentarios en mis blogs!!gracias a eso pude encontrar un blog tan lindo como el tuyo!!desde ya te estoy siguiendo...me arreglo bastante con tu idioma y voy a leerlo todo!!
    Cariños!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, bom día:
    Eu gosto inmenso do blogue, é tão lindo como as palavras de vc.
    Quando o tempo passar, tudo será melhor.
    Eu acho os seus pensamentos muito lindos, de verdade.
    Bjos no coração.

    ResponderExcluir
  3. Rick,


    Seu texto é ótimo , retrata
    seu sentimento ...
    E tudo passa , parece batido e vulgar mas é verdade.

    Bjo Grande!

    ResponderExcluir
  4. E aí Rick, conheci o teu espaço, e gostei.
    Não falo isto para ser simpatico, pois quando não gosto , falo !
    Mas a questão é que toda forma de cultura é bem vinda para mim, pois como costumo dizer para as pessoas, sou um viajante do tempo e procuro nas culturas alheia uma forma para o meu próprio desenvolvimento.
    Desejo agradecer a sua iluminada presença no meu cyber espaço,"namastê" e te informar que agora que conheci o teu espaço não saio mais dele!
    Muito obrigado e parabéns pela criatividade,acompanharei todas as suas postagens!

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...