Finais

Um final feliz, que coisa bonita de se ver. Ou quase impossível, de se ver, é claro. Ainda que o impossível seja apenas uma questão de opinião, eu não tenho esse otimismo todo. Tanto faz. Eu não espero isso para minha vida. Na maior parte do tempo eu tive que sobreviver, e sobrevivendo a gente aprende a ser supostamente mais seguro de si. A parte chata foi que eu te conheci, e agora, feito um bobo, eu queria ter pelo menos a alegria de um começo bonito, mesmo sabendo que depois tu possa me trair, e a gente chegue a qualquer um final trágico. Sem dúvidas, eu não me importaria quando chegasse ao fim se pelo menos tivesse a alegria do começo. Na verdade eu jamais pensaria no que viria depois. Seria suficiente as lembranças do durante. Seria. Então. Se a vida lhe oferece a possibilidade de sonhar um sonho muito além do que você imaginava, por favor, sonhe alto, e não se reclame quando este chegar ao fim.

Comente

Postar um comentário

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...