Marejantes

Existe um pequeno trecho, no caminho de volta pra casa, que me faz pensar. Pouso os olhos naquele infinito azul que torna o céu e o mar em um só, e é nesse devido ponto que me vem àquela emoção trazida pelo vento marinho, que toca a pele, faz frio. O mar lento e calmo me emociona. Tanto que ás vezes esse vai e vem me faz marejar de dentro pra fora. Tudo me faz pensar em distancia, e distancia me lembra saudade, e saudade me lembra você... E eu, chego a imaginar que ali, longe, também exista solidão, como a que eu carrego comigo.

5 Comentários

  1. ô meu anjo seu blog está lindo ...
    seus textos continuam perfeitos...
    e ... eu aki para admirá-los.
    bjs..
    te amo!
    sdds"" =)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gostei do texto, realmente é muito ruim sentir saudades... Bjs

    ResponderExcluir
  4. confesso que dei risada quando li ' que toca sua pele e levanta os pelinhos' kkk. Fofo de mais rick, amei

    ResponderExcluir
  5. Que sensível Rick, adorei esse tbm, vou virar adepto ao Sem Guarda-Chuvas xD passarei mt por aqui

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...