Sem destinatário

Talvez você tenha se esquecido de trancar a porta. De ter desligado a luz do quarto. De ter colocado as cadeiras da varanda pra dentro de casa. Por que tudo continua igual, como se um dia você fosse voltar pra colocar tudo em andamento de novo... Pergunto-me, quem irá recomeçar o livro que você não terminou de ler? Quem irá continuar a escrever poesias no seu caderno de todo dia? Quem irá realizar os sonhos que você só sonhou? Quem irá comer torradas todo dia no café da manhã? Quem poderá substituir o que não pode ser substituído agora... Parece que o tempo parou quando o dia amanheceu sem você aqui. Parece que a lua custou sair do céu, só pra tornar as noites mais longas. Parece que os ponteiros giram numa lentidão exagerada. Parece que a vida esqueceu-se de passar por aqui. Desejar-me bom dia. Desculpe amor, mas eu já não posso levar a vida sem você. Esqueceu-se de me ensinar a perder. A te perder. A me conformar com o fato de que nada dura pra sempre.

7 Comentários

  1. É complicado aprendermos a conviver com a falta de certas pessoas, mas apesar de tudo devemos tentar, afinal, a vida continua, ou pelo menos, tem que continuar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. O mundo nos mostra uma face onde sempre ouvimos: "nada é eterno"..."Nada é pra sempre". O mais engraçado disso tudo, é quando paramos pra conversar com pessoas que já viveram muito, elas contam suas experiências, toda uma vida, vida essa que ainda não acabou. Esse tipo de conversa transporta para o passado, naquelas palavras o que antes era doloroso agora é 'uma vida' que merece ser contada a fio. Não importa quanto tempo vamos viver, sempre teremos pessoas das quais lembraremos, e nunca vamos estar prontos para perder.
    As teórias dizem que devemos aceitar, que o tempo terreno nunca vai ser igual para todos, porém aceitar não quer dizer esquecer, quando alguém vai embora não leva consigo a lembrança dos dias que foram vividos, quem fica lembra, sente o vazio da partida, o mundo que não para de girar...
    Não há muito o que ensinar apenas podemos passar uma melhor forma de ampliar a visão para aceitar melhor que a eternidade não faz parte desse plano. Eu queria poder dizer que desfrutei de cada momento,mas não é verdade, deixei instantes preciosos simplesmente passarem. Como diz na música do teatro mágico "A conta da saudade quem é que paga." O tempo paga, a gente também paga.
    Como sempre digo ser eterno aprendiz é o único caminho.

    Te seguindo
    http://natealves.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adoreei o texto!!!

    Beijo,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderExcluir
  4. Rick,um texto comovente e cheio de amor tb!Ficou lindo!bjs e bom domingo!

    ResponderExcluir
  5. Quando alguém vai embora leva tanto do nosso coração que ficam apenas as dores e uma saudade infinita.

    Rick, você tem um a enorme sensibilidade na escrita. Escreve de tal maneira que faz tocar o coração.

    Amei o teu blog, passarei mais vezes por aqui. Seguindo.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. A dor da perda de um amor pode se curar, parcialmente, com o tempo. Valorizar cada momento é importante para a concretização das boas lembranças... Desse jeito guardamos um pouco de tudo dentro de nossa essência.
    ;)
    Grande beijo, Rick!

    ResponderExcluir
  7. e o pra sempre, infelizmente, também acaba....

    (olá moço, ando sim um pouco sumido e as vezes omisso, mas sempre por aqui e por lá, enfim, rsrs)

    Abraço.

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...