- Esqueci de crescer

São 18 outonos de pura experiência. Com uma pilha de lembranças amontoadas no canto e uma estante de saudades guardadas. Tenho que guardar esses cascalhos comigo, porque me esqueço deles assim que vivo o momento ou com o passar do tempo. É que eu gosto de guardar as coisas, tudo dentro do peito, entre as folhas de um livro qualquer, de um diário antigo, de uma mensagem, nos post de um blog, sei lá. Elas só precisam estar acessíveis pra quando a solidão apertar, eu ter a certeza de que também já vivi coisas inesquecíveis. Hoje estou fazendo aniversário e lembrando dos meus aniversários anteriores, e o engraçado é que pesando bem, eu comemoro todo ano, um ano a menos de vida e uma bagagem de saudades à mais. E bom, eu deveria escrever o quanto sou grato pela vida e pelas pessoas que fazem parte dela. Mas falar desses assuntos me remete diretamente a uma noite de insônia, ao segundo depois de pular da ponte, a sentimentos que eu guardei e ainda guardo, por isso, deixo pra depois. E enfim, o tempo está passando, até pra mim...

7 Comentários

  1. Parabéns!!
    Felicidades mil..


    Bjokas
    http://enredodeideias.blogspot.com.br/
    Curta nossa página:
    https://www.facebook.com/#!/BlogEnredoDeIdeias

    ResponderExcluir
  2. Olá, adorei seu texto e parabéns, muitas felicidades. Que tu tenhas muitos e muitos outonos ainda, e continue com seus textos maravilhosos. Beijos, D. Lagarta :*
    http://dona-lagarta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns menino,

    alguns aniversários são meio emblemáticos: 15,18,21,30...
    Aí, realmente, constatamos que o tempo está passando. E que vamos crescendo, amadurecendo. Mas, se posso dar uma dica, por mais que o tempo passe guarde sempre muitas das característica de quando criança, se não a vida ficará um porre!

    Curta muito, divirta-se muito, aproveite cada instante. Não esqueça os outonos, mas recorde a cada dia as primaveras!

    Um super abraço.
    Felicidades!

    ResponderExcluir
  4. que ainda muitos outros outonos.

    até.
    bjo, bjo, bjo...

    ResponderExcluir
  5. Te desejo um oceano de felicidades.

    A medida que os anos vão passando, as recordações se multiplicam e a saudade de tudo o que foi bom também aumenta, mas, podemos guardar tudo no baú do coração.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. É tão bom quando bate a saudade, quando vêm aquela vontade de revirar a vida, e então encontrar em capitulos guardados coisas inesquecíveis. Mania essa que tenho também. As vezes um unico dia se faz eterno numa página, numa caixa, numa música, num abraço. E ai como minha alma fica feliz. O tempo passa pra todos, mas algumas coisas só passam pra quem deixa! Quanto ao meu post anterior devo, concordar que amar é querer voar sem asas, se der certo bom pra gente, senão vamos pousar de qualquer jeito. Tem que encarar o medo, não é? Adoro tanto esse teu blog. Tem post novo lá no meu se puder ir conferir muito me alegrarei. Feliz aniversário que esse próximo outono, seja ainda mais bonito!

    http://www.venenosemacas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Quanto à sua proposta em se dispor a escrever um texto com um tema para mim, digo que adorei! Sério mesmo adorei muito, e aceito sim, com todo meu coração viu? Vou já deixar meu
    e-mail aqui pra ti, assim a gente conversa melhor, tudo bem?

    Beijos.

    taina.oliveiraa@hotmail.com

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...