- Pedaços

Li por ai que a gente não aprende com os anos, e sim com os danos causados no decorrer deles. Não poderia ser mais verdade pra mim, já que nem se conta a infinidade de danos, que deixaram meu coração em pe-da-ços. Sobrou tão pouco de mim. E metade é solidão, rejeição e saudades. Já outras eu nem sei, esqueci o nome assim como esqueci os lugares. Ah pedaços de mim que ainda se escondem. E que talvez eu nunca volte a encontrá-los.

8 Comentários

  1. Os pedaços bons to procurando, os ruins to tentando esquecer. Beijo

    ResponderExcluir
  2. Ou talvez descubra, que estes pedaços, nem eram importantes, como a casca da cebola.
    (:


    Identidade Aleatória

    ResponderExcluir
  3. eu to pra te dizer isso há algum tempo. tudo o que você escreve é de uma delicadeza, de uma sensibilidade que poucas vezes vi. ainda que quebrado, em pedaços, você não se deixou embrutecer pela vida. e é bom ter gente assim por perto.
    um beijo.

    ResponderExcluir
  4. que lindo isso, me identifiquei plenamente! :)

    ResponderExcluir
  5. Que saudade de visitar voce!
    Teus textos sempre tocantes.
    Sabe,eu tambem me vejo em pedaços as vezes, mas ai lembro que Deus esta me reconstruindo.
    Bom fds, fique com Deus.
    E tem novos posts em:
    http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/
    http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. É triste, mas é a realidade. Nós não mudamos, só deixamos de lado as coisas ruins.

    Que cantinho mais lindo. Parabéns!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Eu também já sofri muitos danos e enganos ao longo desses anos. Mas sabe, o amor-próprio foi algo que sempre me fortaleceu e impediu minha desistência. Não será por conta de outros que perderei a alegria de viver e de continuar sendo eu mesma.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Nesses casos, os anos sempre ajudam a recebermos os ônus por seguirmos com coração partido!

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...