Precipícios

Uma vez que estamos em queda contínua não tem voltas. É um desastre. Porque estamos constantemente caindo, sem medos... O amor é um precipício moça. Nos jogamos sobre ele sem se importar com o que nos espera lá embaixo. E de repente, tudo perde o sentido. Vida, terra, céu, nada abala o fato de estar morrendo por amor. Ou vivendo dele. E eu, com certo frio na barriga, pulei. Me joguei do precipício abaixo e morri por amor umas mil vezes. Cair consciente do fato de que não teria voltas. Morri por amor e continuei vivo...


Teus olhos são precipícios onde a queda é continua. Então me deixa cair, sem medos, antes que a vida me induza ao precipício, sem ter a intenção de me fazer viver um amor assim...

11 Comentários

  1. Sentir amor ou se sentir amado? O amor tem dessas coisas... Amei seu texto. Beijos, Nathy | http://meumundoeaassim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente. E o pior é que não podemos escolher, acontece...

      Excluir
  2. O bom do amor é que morremos milhões de vezes e voltamos mais vivos e fortes do que nunca.
    Amei aqui :) voltarei mais vezes.
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com
    @torresaamanda

    ResponderExcluir
  3. Por amor, cometemos crimes passionais. Muitas vezes contra nós mesmos.
    Sentindo ou vivendo, que o amor exista sempre. Que seja sempre homenageado. Junto com o tempo, um dos deuses mais lindos.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. As pessoas passam a vida toda sendo cuidadosas, não querendo se machucar, e tentando não se entregar a esse sentimento. Porque foi descoberto que também há perda, dor, e alguns ferimentos pelo caminho - mas, se você me perguntasse se o amor vale a pena: ele vale! e muito!

    ResponderExcluir
  5. É aquela velha história, se a gente não ama, se machuca, se ama, se machuca mais ainda. Mas sem amor, qual é a graça da vida?
    A gente vai tropeçando por aí, sentindo o amor e esperando a hora de vivê-lo...

    ResponderExcluir
  6. Olá Rick, tudo bem?! Sou Amigo do James Pimentel, que é seu amigo, e vi que desenhou o template do blog dele, eu gostei bastante, parabéns pelo trabalho, gostaria de saber se você pode desenhar para o nosso blog, o James participa junto comigo de um blog de postagens coletivas, e tudo por lá eu fiz, só que bem amador, sabe?! Então o James nos disse sobre você e seu trabalho, e realmente está entro do que procuramos, pode nos auxiliar? Queria saber também se precisamos pagar e qto seria, caso queira nos ajudar, por favor comunique-se comigo pelo meu e-mail pessoal: allanpenteado@hotmail.com o endereço do blog em questão é: atalaiasdafe.blogspot.com.br Não queremos nada muito trabalhoso, pensamos em algo simples...

    ResponderExcluir
  7. hello, rick. lindo texto, como sempre. <3

    ResponderExcluir
  8. Nossa lendo assim eu fiquei só vendo as imagens em minha mente de quando eu senti tudo isso também... naqueles dias estava mais ou menos assim... e o tempo foi se passando e hoje esta bem maior do que antes.
    Aproveitando a oportunidade para te desejar um feliz ano novo e que 2014 seja o melhor para todos nós com novas ideias e mais inspirações né.. um ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  9. Para sentir rapaz, é preciso estar vivo. A vida faz a coisa certa na maioria das vezes, a gente é que pega trilha errada.

    ResponderExcluir
  10. Se a vida só tem sentido com amor, que morramos dele então! Como você disse, "morrer por amor é continuar vivo."

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...