Pássaro Que Não Voa

Meu bem. Meu bem. Eu não precisava ser esse ser humano que nasceu para amar demais. Eu nunca quis está perdidamente apaixonado por alguém. Eu que. Você que. Nós que nunca nos damos muito bem com esse negócio de relacionamento.



Devo admitir que eu não te procurava e hoje em dia, já não falo mais por mim...

Pássaros sem asas.

Pássaros que não voam – nós amamos a liberdade – e pela primeira vez, eu decidi ficar. Até quando o voo é curto, até enquanto eu ainda consigo te tocar, tudo que eu sinto é vontade de regresso. Vontade de morar no teu beijo. Mergulhar de cabeça no teu olhar.

Eu respiro a brisa na beira do precipício. A queda é livre. É opcional. Mas um passo e tu casualmente, segura na minha mão. Eu me permito pular junto. Eu me permito amar de novo. Eu sinto uma paz de espirito enorme quando mesmo cansado da rotina, tu sorrir amarelo para mim. Ou me liga para perder sono.

Hoje, meu maior desejo é de nunca me afastar. Amanhã, quero fazer ninho no teu peito e morar em ti.

4 Comentários

  1. Você escreve de um jeito muito lindo <3

    ✦ ✧ http://bruna-morgan.blogspot.com ✧ ✦

    ResponderExcluir
  2. "Hoje, meu maior desejo é de nunca me afastar. Amanhã, quero fazer ninho no teu peito e morar em ti."

    que lindo ♥ vou botar na próxima carta q escrever pro meu namorado (com aspas e créditosss)

    ResponderExcluir

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...