Meu amor me ensinou

Todo mundo que passa pela sua vida e você aprende a amar, deixa um legado muito importante. Seja o amor da sua vida, um grande amigo, um parente, um animal de estimação ou qualquer outro ser importante, todos eles deixam algo de si e levam algo de nós. Viver um amor – não importa a forma de amar – é também um exercício constante sobre como se tornar ainda mais humano. Amar as diferenças e as singularidades de alguém nos mostra o quão flexível e adaptáveis podemos nos tornar.



Ser feliz é importante, nós sabemos, mas partilhar a felicidade com alguém ou deixar o maior número de pessoas que você ama também felizes, nos dá uma paz e um sentimento de gratidão imensurável só pelo simples fato de estar vivo.

Saber amar alguém por mais diferente que esse alguém seja, é lindo. Amar alguém sem esperar absolutamente nada em troca, é maravilhoso. É a única maneira de amar de verdade. Você ama por você mesmo. Você guarda dentro de si o jeito, o olhar, a risada, o toque e até o cheiro. E só por senti-lo, já é o suficiente. É uma maneira de amar onde não importa as circunstancias, o sentimento permanece, espontaneamente.

As coisas mudam, a vida segue. Pode ser que este seu amor estrela cruzada já não esteja perto fisicamente ou já esteja te esperando do outro lado. Mas quando você ama de verdade, este elo não acaba, o fio não arrebenta, perto ou longe, vivo ou não, você continua ligado a esse alguém e passe o tempo que for, não há nada que mude esse amor bonito.

Vida que continua, mas amor que permanece.

Comente

Postar um comentário

Se você realmente leu, me importa sua opinião. Fique a vontade...